"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








domingo, 14 de outubro de 2012







"É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. 
É que só o bobo é capaz de excesso de amor.
E só o amor faz o bobo."



Clarice Lispector


7 comentários:

A Procura da Luz que Pretendo Beber! disse...

Versos bobos de saudade!

Sinto saudade!
Por mais que eu não queira sentir.
Por mais que nunca vá existir nos dois.
Quero você perto, para me tirar o aperto.

Sinto saudade!
Ela invade cada pedaço;
E contorce cada espaço.

Sinto saudade!
Saudade que tira minha vaidade;
Não deixa orgulho.

Sinto saudade!
De manhã à tarde, à noite.
Sinto saudade porque não posso não sentir.
Sinto saudade porque a saudade faz o amor existir.

Beijoss pra ti Menina!

A Procura da Luz que Pretendo Beber! disse...

"Nem tão bobo de Amor"

"Oi amor, estou aqui outra vez, como sempre disse que estaria, para te dizer novamente o que você sempre finge não saber, talvez por que nunca se canse de escutar, estou aqui outra vez, para dizer que te amo, que me perdi ao encontrar você, e que me encontrei ao me perder em você, que estou louco, bobo...perdido.
No entanto, só lhe dou um aviso. Não é por que eu estou bobo de amor que você pode me considerar seu bobo. Sou fantoche do meu próprio sentimento, deixo me levar pela brincadeira, até que está não tenha mais graça.
Você tem o meu amor, mas não o meu domínio.
Sacrifico minha vida por você, mais não a dou para que você a sacrifique, serei o que você quiser, mas serei eu, não mudarei por vontades alheias. Serei seu se você for minha, mas seremos dois, o que é meu é meu, e o que é seu é seu, e o que é nosso, para sempre terá dois donos.
Só vou te dizer isso uma vez, por que isso, talvez você não finja não saber."

Vlw!

Paulo Sotter disse...

Se ser feliz é ser bobo, então não há problema algum em ser considerado assim. Lindo teu blog, se me permite sigo. Um abraço!

Moacir Willmondes disse...

Sou bobo assumido, e quando venho aqui, diante dessas lindas postagens, fico mais bobo ainda...

Semana maravilhosa para você, Kelly!

Kelly disse...

Menino,

Obrigada pelos versos,
pela amizade,
e pelo carinho.

Beijos

Kelly disse...

Paulo,

Só o bobo é completamente feliz, pois ele não tem medo de viver o que realmente deseja...então, vale a pena ser considerado assim.

Seja bem vindo.

Abraço

Kelly disse...

Will,

Fiquei sem palavras.
Muitíssimo obrigada.

Linda semana pra ti!