"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








quarta-feira, 12 de setembro de 2012







‎"Como diria Cartola, o mundo é um moinho.
 Mas a gente escolhe se quer ser grão ou vento."



Flávia Queiroz




2 comentários:

Will Moa disse...

Cada escolha, um passo...

gosto de sentir tua delicadeza em cada post, Kelly.

Kelly disse...

Will,

Obrigada. Fico feliz que alguém goste dos meus posts.
Tento colocar aqui um pouquinho de tudo o que gosto, e as vezes, do que sinto.

Bom te ter aqui.