"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








sexta-feira, 24 de agosto de 2012







6 comentários:

Álvaro Lins disse...

Palavras mais que verdadeiras!
A "indecência" está na nossa forma de pensar!
Bjo

Fernanda disse...

Concordo com Álvaro, muitos se vestem, se tampam, e aí? A imoralidade o que é? Onde está? na nudez? Não mesmo.
Arrasou marida! rsrs Love u xuxu...

Kelly disse...

Álvaro,

Concordo contigo, muitas vezes, indecentes são nossos pensamentos.

Obrigada por comentar.
É bom tê-lo aqui.
Beijo

Kelly disse...

Fe,

A imoralidade não está na nudez, mas talvez na forma como alguns interpretam ela, porém, pra mim, há coisas mais indecentes que isto.

Beijos mil pra ti!!

<3

Will Moa disse...

Imoralidade é efeito colateral de tesão desenfreado, está mesmo na cabeça, nunca no corpo.

Boa noite, Kelly.

Kelly disse...

Will,

Boa noite pra ti também, e uma ótima semana.

Beijo