"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








quarta-feira, 15 de agosto de 2012







"Sentir alimenta, sentir ensina, sentir aquieta. 
Triste é não sentir nada."



Martha Medeiros


5 comentários:

Ana Lucia Steiner disse...

Ameiii...
Adorei seu Blog... Parabéns!!!

Kelly disse...

Ana, obrigada!

Seja bem vinda.
Beijo

Alê disse...

Com esse texto me declarei pro meu grande amor...

Bah! Que lembrança doce!

Alê disse...

Com esse texto me declarei pro meu grande amor...

Bah! Que lembrança doce!

Kelly disse...

Alê,

Tão bom poder recordar coisas boas.

Bom domingo.
Bjo