"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








terça-feira, 14 de agosto de 2012






"Amor não é se envolver com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos.
 Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real,
 exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
 O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser."


Mário Quintana


4 comentários:

Talita disse...

amor não se explica, apenas se sente.
Muitos dizem que ele é cego, acredito que não, ele apenas transforma os defeitos da pessoa em algo que nos cativa mais ainda.

bjus

Sayuri Okamoto disse...

Porque perfeição não faz o amor, e sim aceitar que todos tem defeitos e são humanos para amar...


Tenha uma linda semana amiga

Will Moa disse...

Espaço de bom gosto, tô por aqui, Kelly.

Tenha uma ótima quarta!

Kelly disse...

Will, obrigada.
É bom tê-lo novamente aqui.

Linda quinta pra ti.

Beijo