"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








quarta-feira, 7 de março de 2012




Eu acho que ser mulher é a coisa mais bacana que existe. Nós somos complexas. Levemente malucas. Fofas.
 Temos obsessões por coisas que só nós entendemos. Morremos de frio quando a temperatura desce míseros graus.
 E viramos onça, quando preciso. Somos, na verdade, seres completamente hormonais e emocionais. 
Nós inventamos a doçura (sabia?). E gostamos de criar (e recriar) por natureza.


Um comentário:

APENAS PALAVRAS disse...

Tudo o que vc posta eu acho lindo...Aliás seu blog vive nos meus favoritos... Desejo que você
Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la.
Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes.
Só é digno do pódio quem usa as derrotas para alcançá-lo.
Só é digno da sabedoria quem usa as lágrimas para irrigá-la.
Os frágeis usam a força; os fortes, a inteligência.
Seja um sonhador, mas una seus sonhos com disciplina,
Pois sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas.Seja um debatedor de idéias. Lute pelo que você ama...Continue a ser esta pessoa amavel e doce que és postando e escrevendo coisas maravilhosas segundo a capacidade que és mulher...Na fragelidade e na força que fora feita... Um carinho e afetuoso bj em teu coração
vc ja esta em meus favorito...
Convido-a a fzer parte do meu blog...