"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








sexta-feira, 27 de janeiro de 2012





Fico besta com quem perde a compostura por não gostar de algo ou alguém: 
É tão mais simples desconectar. Não ouça, não leia, não prestigie. 
Dê atenção ao que tem sintonia com você. E toque sua vida, sem agredir.


2 comentários:

Sayuri Okamoto disse...

muitas pessoas acabam por se perder nas próprias mentiras ou verdades ditas num monte de nada...

beijos

Will disse...

Há pessoas que não resistem uma árvore dando frutos, tem que jogar pedras.

Final de semana de doces frutos pra você!