"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








quinta-feira, 22 de dezembro de 2011




Em uma época que os desejos duram o tempo de uma estação...
Amar virou coisa de gente corajosa.


5 comentários:

Guilherme disse...

Deve então a Alma atravessar tempestades pra acalmar o coração quando o Amor encontrar.

Delano Alexandria disse...

Pessoas especiais são fáceis de se encontrar. Basta fechar os olhos e só teclar.

Beijoss

Valéria disse...

Ano novo,vida nova. Tempo de avaliar o que passou, para repetir os acertos e corrigir os erros, para perdoar e esquecer tudo que nos magou. É hora de recomeçar, é tempo de parar e refletir. Olhe para o mundo e veja o que existe de bom. Desejo a você um feliz natal e um prospero ano novo, que 2012 traga muita paz, saúde e principalmente amor,são os mais sinceros votos do blog Doce Menina.

AquilesMarchel disse...

o romantismo esta agonizante

Will disse...

A primavera dos desejos não floresce para sempre e nem todos estão dispostos a guardar as sementes à espera das águas do inverno.

Deixo um aconchegante abraço natalino para você, estendido aos familiares.