"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








sábado, 19 de maio de 2012





"Você é aquilo que ninguém vê. 
Uma coleção de histórias, estórias, memórias, 
dores, delícias, pecados, bondades, tragédias e sucessos, 
sentimentos e pensamentos. 
Se definir é se limitar. 
Você é um eterno parênteses em aberto, 
enquanto sua eternidade durar." 


Machado de Assis


4 comentários:

Delano disse...

Gostei muito...rsrsrsr

Beijoss querida!

Ps. Mais tarde estarei no nossa espaso..ok?

Kelly disse...

Só vi agora seu comentário...

Estarei lá hoje, ok!

Fernanda disse...

linda imagem! Lindo post!
Ai que saudade daqui!!

Fernanda disse...

linda imagem! Lindo post!
Ai que saudade daqui!!