"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








domingo, 1 de abril de 2012




Estou pesquisando as calorias da borboleta...
Depois que meu estômago foi invadido por centenas delas.


4 comentários:

Ni ... disse...

Tudo muito lindo por aqui...
Parabéns...!

Sayuri Okamoto disse...

essas borboletas que chegam e invadem....tudo muda, e se reflete de repente...


beijos n'alma flor de lotus

Sayuri Okamoto disse...

eu sempre estou por aqui não desativarei o blog jamais, foi ele a porta de entrada pra tudo isso aqui neh mas agora com as páginas tbm então fica mais corrido neh mas faço sempre o possivel de aparecer mais vezes por todos aqui beijossss

As palavras me alimentam... disse...

Tá muito lindo aqui!!!