"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








quarta-feira, 18 de janeiro de 2012




Sentir não é brega.
Ao contrário: não existe nada mais chique.


3 comentários:

Maria Oliveira disse...

Oi,vim conhecer seu Blog,amei e já estou super seguindo,parabêns por seu cantinho e muito sucesso aqui!

Te convido para conhecer meu Blog e se gostar e puder seguir também,será muito bem vinda,sinta-se em casa!

Ah,tem 2 sorteios rolando por lá,participa! :)

http://umamulherbemvestida.blogspot.com

Moran, andarilho disse...

Kelly, só sentindo temos condições de dizer que estamos vivos. Só quem já sofreu, pode dizer que já amou... e certamente irá continuar amando. Bjs do amigo, Moran

Moran, andarilho disse...

Kelly, só sentindo temos condições de dizer que estamos vivos. Só quem já sofreu, pode dizer que já amou... e certamente irá continuar amando. Bjs do amigo, Moran