"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








domingo, 3 de julho de 2011


Não quero adultos, nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto
 e velhos, para que nunca tenham pressa.




3 comentários:

Dé Mattos disse...

Aaah, tá aqui teu blog!
Estou seguindo tb! E feliz de saber q tu é de Ctba, adoro mto lá, ainda pretendo morar por aí um dia!
Lindo blog! Passarei sempre por aqui tb!
Bjinho!

Isia Pereira disse...

Olá... sou a Isia do blog Mundo de Isia gosto muito do seu blog, recebi um desafio onde tinha q indicar mais 10 blog, e escolhi o seu para esse desafio... só ir no meu blog para ver como é o desafio.. bjoss...
http://mundodeisia.blogspot.com

*Jéssica Marques* disse...

Que lindo seu cantinho Kelly!!
Parabéns!
Estou encantada!!
seguindo também!!
super beijo!