"No dia em que a flor de lótus desabrochou
A minha mente vagava, e eu não a percebi.
Minha cesta estava vazia e a flor ficou esquecida.
Somente agora e novamente, uma tristeza caiu sobre mim.
Acordei do meu sonho sentindo o doce rastro
De um perfume no vento sul.
Essa vaga doçura fez o meu coração doer de saudade.
Pareceu-me ser o sopro ardente no verão, procurando completar-se.
Eu não sabia então que a flor estava tão perto de mim
Que ela era minha, e que essa perfeita doçura
Tinha desabrochado no fundo do meu coração. "

Rabindranath Tagore








sábado, 9 de julho de 2011


Não precisa correr tanto, o que é seu às mãos lhe há de vir...


3 comentários:

Andreia Spengler disse...

Kelly linda semana bjos!

Valéria disse...

Tem selinho pra vc no meu blog
bjus DOCE MENINA

Isia Pereira disse...

Olá querida... passando para dizer que tenho um selinho para você no meu blog.

http://mundodeisia.blogspot.com/2011/07/um-gesto-de-carinho.html

bjos